Blog

Hábitos que podem agravar o Glaucoma

27/05/2019

Cegueira e perda parcial da visão são as principais consequências do Glaucoma quando não diagnosticado e tratado. Essa doença é caracterizada pela degeneração do nervo ótico, que ocorre quando existe alta pressão constante dentro do sistema ocular.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 60 milhões de pessoas possuem Glaucoma no mundo. Muitas delas nem sequer têm consciência de que possuem a doença e menos ainda de que alguns hábitos podem agravá-la e favorecer o seu aparecimento.

Nas próximas linhas você confere os hábitos que podem agravar o Glaucoma e saberá o que fazer para se cuidar e proteger sua visão. Confira!


Automedicação e aplicação incorreta

É mais comum do que se pensa o uso de colírios e outros medicamentos para a vista por conta própria. Eles são um perigo quando o assunto é o Glaucoma, pois podem prejudicar a pressão intraocular sem você perceber.

O uso incorreto dos colírios próprios para o Glaucoma também é um problema, pois prejudica o tratamento da doença e reduz a eficácia. É preciso respeitar os horários, dose e demais orientações médicas para não agravar o quadro.


Sedentarismo e esforço excessivo

Diversos estudos com pacientes que têm Glaucoma já comprovaram que a prática de exercícios físicos é capaz de reduzir a pressão intraocular, diminuindo as chances de agravar a doença.

Esses mesmos estudos mostraram que o ideal é praticar as atividades físicas pelo menos três vezes na semana, pois foi constatado que em um prazo de 72h já é observado o aumento da pressão ocular.

É preciso cuidado com algumas atividades que exigem esforço. Levantar muito peso e algumas posições onde a pessoa fique com a cabeça para baixo, como as praticadas no Yoga, contribuem para o aumento da pressão. Tocar instrumentos de sopro também não é recomendado para quem tem Glaucoma.


Doenças e problemas de saúde

A hipertensão e a diabetes são grandes vilãs do Glaucoma. Segundo um estudo da Universidade de Michigan, quem tem diabetes tipo 2 tem 35% mais chance de ter Glaucoma do que pessoas que não possuem a doença. Já para os hipertensos, o risco aumenta em 17%.

Atenção: se você tiver hipertensão e diabetes juntos, o cuidado com exames e consultas regulares precisa ser redobrado, pois essa pesquisa mostrou um risco 48% maior de desenvolvimento do Glaucoma.


Estresse em excesso e falta de controle da doença

Essas são duas situações que comprometem o tratamento do Glaucoma, aumentam o risco de seu aparecimento e contribuem para agravar o quadro de quem já tem o problema.

O estresse aumenta a pressão arterial, dilata a pupila e consequentemente contribui para o aumento da pressão intraocular. Cada crise de estresse eleva o perigo.

Já a falta de conscientização do paciente quanto ao Glaucoma e o seu tratamento prejudicam o controle da doença. Por ser crônica, essa é uma condição que exige cuidados constantes e um acompanhamento médico e medicamentoso para toda a vida.

Grande parte dos casos de cegueira ou perda parcial de visão em decorrência do Glaucoma é causada por tratamentos que não foram realizados da forma correta e não tiveram a devida atenção.

 

Marque sua consulta com o Oftalmologista, fale conosco e agende seu horário. Atendemos diversos convênios (veja).

Central de Consultas: (31) 3283-9592 ou Whatsapp: (31) 99293-0160.

CONTATO

Av. Getúlio Vargas, 15, 7º andar – Bairro Funcionários, Belo Horizonte, MG – Cep: 30112-020


(31) 3283-9837

(31) 3283-9746

(31) 3283-9592

© Clínica de Olhos Vérdere.